Você esta em Historias :
O elefante que veio da Índia

O elefante que veio da Índia

Autor: Emílio Carlos

O Elefante Tadeu era a maior atração do Circo do Sol. Todos gostavam de ver os malabarismos do elefante, do avô ao netinho.

Tadeu sabia andar com 3 pernas, se equilibrar numa bola bem grande e ainda ficar em pé no meio do picadeiro. As crianças aplaudiam o elefante e pediam bis. Em todas as cidades que o Circo do Sol ia era sempre assim.

Viajando de uma cidade para outra, de um país para o outro, de trem ou de caminhão, o elefante Tadeu era feliz. Ele adorava o circo e adorava fazer as pessoas felizes. Tadeu tinha nascido na Índia, um país muito distante, do outro lado do oceano. Veio para o circo quando ainda era filhote.

E seu maior sonho sempre foi se apresentar na Índia. Até que um dia o seu Osmar, o dono do circo, disse assim para o elefante:
- Agora você vai ficar ainda mais feliz. O próximo país que nós iremos é a Índia!

Tadeu não podia acreditar. Ficou em pé sobre as duas patas, levantou a tromba bem no alto e gritou de felicidade. Quando chegaram na Índia Tadeu fez o maior sucesso. E pode conhecer vários parentes seus, elefantes indianos como ele. Nunca um elefante havia sido tão feliz!

Math+- é um excelente game educacional para as crianças aprenderem matemática!


Clique no icone abaixo para baixar para iPhone e iPad




Clique no icone abaixo para baixar para Android e Tablet

Emílio Carlos

emiliodicarlos@yahoo.com.br

Emílio Carlos tem 42 anos e é pai de 2 filhos, os primeiros a ouvirem suas histórias e canções. Possui histórias infantis publicadas na Revista Nosso Amiguinho e no site PapaCaio, além do texto teatral Era Uma Vez Uma Bruxa... publicado na Revista de Teatro da SBAT. Está divulgando junto à Editoras o kit de livros BICHOS, BICHINHOS E BICHÕES. Os livros O Menino que Caiu no Buracão e A Turma do Jardim estão em fase de ilustração.

No Teatro se dedica às crianças desde 1988, tendo montado 5 peças teatrais infantis que estiveram em temporada pelos Estados de São Paulo e Minas Gerais, incluindo a capital paulista.

Na Cia Dos Bonecos ele é o autor dos textos, o diretor dos espetáculos e um dos atores. Dessa forma atua em todas as fases do processo teatral, indo da criação do texto à apresentação ao público mirim. O sucesso alcançado pela Cia dos Bonecos se deve ao carinho e dedicação ao público, desenvolvendo durante anos uma linguagem destinada à criança dos dias de hoje.

Sua experiência como educador apóia o seu trabalho no Teatro, na Literatura, na Música e Cinema, sempre com um grande respeito pelo público e consciente da responsabilidade de quem trabalha com os pequenos. É um trabalho para crianças feito por quem gosta de crianças.